terça-feira, 2 de setembro de 2008

My-chael

Pedófilo, louco, gay, black or white: não importa. A verdade é que sem ele, muito do que é o pop hoje, não seria o pop. Estou falando do cinqüentenário Michael Jackson, logicamente. Com um apelo visual incrível, Michael enlouquecia de crianças a velhinhos – lembro bem de como minha avó era louca por ele –, e apesar de todos os escândalos envolvidos com seu nome, mantém uma legião fiel de fãs até hoje. Fãs esses que muitas vezes tornaram-se os artistas queridos do atualmente, afinal, o que seriam dos Justins e Ushers se não fosse Michael abalando as estruturas com seus pezinhos e passos inconfundíveis? Infelizmente a coroa do coroa não é mais aquela... Felizmente seu legado fica e de quando e quando aparecem candidatos a rei, apesar de não chegarem perto dos seus números e conquistas. Além do mais, quantas pessoas batizaram seus filhos de Michael? Ou o correspondente aportuguesado "Maicon"?! Agora Justin, não conheço nenhum... Separei imagens coletadas por aí que correspondem ao tal “apelo visual” na produção.





6 comentários:

Claudia Pimenta disse...

oi priscila! é impossível pensar na minha adolescência, sem madonna e michael! eles eram top, verdadeiros "marcos históricos"! dá uma certa saudade... bjs, querida!

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

Que saudades do verdadeiro Michael!

Sheyla disse...

Realmente, ele pode ser isso ou aquilo outro, mas que, ainda, não surgiu um candidato de peso para receber a coroa, isso é certo.
Bjs e quando tiver um tempinho, responde uma perguntinha boba lá do garimpo de estilo, ok?

Francielle da Maia disse...

nossa..nasci ouvindo michael hehe... ele podia estar no auge como madonna, maaas.. as notícias que aparece da criatura nunca são coisas boas =/

Beeeeeeeeeeeeeijos.

Bel disse...

Amo Justin de paixão, mas não tem como não dizer que o verdadeiro rei é Michael. Não sou fã de suas músicas, mas ainda assim me divirto com Thriller! Hahahaha. Ele é clássico...
Beijos

Fê Resende disse...

menina, meu primeiro disco (na vida!) foi who's bad, lembra? dancei mointo na sala de cas, petchena ainda e super cantando a minha própria versão de inglês! =)