sexta-feira, 20 de junho de 2008

SOLrria

Eu levo o humor a sério. Tão a sério que tenho como referências aqueles que transmitem isso para suas criações, sejam elas livros, filmes, as artes em geral e é claro, roupas. Pode ser um humor óbvio, pode ser um humor sutil. Pode ser um humor sarcástico lotado de críticas. Esteja o humor nas cores, no conceito ou em algum acessório. Qualquer sorrisinho é bem vindo. Mesmo o maldoso, talvez. O importante é a leveza de saber rir de si, fazendo rir.

Fugindo da temática "fundo mar" o ludismo da ADPAC, as chicas de Thaís Losso e o futurismo, com óculos homageando Courréges, da Alessa


2nd Floor e seu aventureiro coolorido, a bonequinha de Fabia Bercsek e o fetichismo Do Estilista e de tantos outros também...


Henry Holland e Agyness Deyn pirata, Viktor and Rolf e o aparato fotográfico portátil e Comme Des Garçons com a drag nipônica

E as semelhanças da coleção da Triton com as vestimentas de Amy Winehouse?! Antes mesmo de quebrar dente, ter doença de pele, cantar trêbada e dizer sim a rehab zilhões de vezes, ela usava vestidinhos acinturados tomara que caia. Afora a beleza do desfile com cabelão e delineador bem marcado. Que borboleta que nada! Que movimento punk que nada! A inspiração foi Winehouse com borboletas e movimento punk.

5 comentários:

bel sant anna disse...

gosto do jeito que comenta aqui sobre desfiles...
ah, tb gosto muito de coleções com um certo humor, na verdade, os desfiles com essa temática dá um sentido mais leve para as roupas...
http://loubotingirls.blogspot.com/
bjos!bom fim de semana!

Alan Vasconcellos disse...

Esse humor faz com que as roupas sejam divertidas ou que tenham um conteúdo crítico fazem com que as roupa sejam alem do visual apenas passando isso de uma forma leve mesmo quando o assunto da coleção é sério, mas é levado com humor. Quanto Amy Winehouse, roupas que sejam paseadas nela já sugerem um humor só por isso e também acho que tava faltando uma cantora como ela que mostra no palco que fica louca mesmo e que realmente vive os dramas q canta, acho que não tinha
alguem tão divertido desde o Kurt Cobain.

bom fim de semana amiga!

vanessa iraty disse...

muito amy né?
já é o segundo desfile que vejo influencias dela tanto na make quanto nnas roupas...
adorei!

Raquel de Medeiros disse...

Também reparei nas semelhanças com a Amy Winehouse, mas está valendo não? Ficou bonito! Beijos
Raquel de Medeiros
www.fabricademoda.blogspot.com

Leo Loureiro disse...

Priscila, ta bombando mesmo!!
Só achei desnecessario a drag nipponica! aff

beijo!