quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Fresquinha

Ontem aconteceu o encontro Fresh com a temática “design sustentável: a natureza como suporte na moda”. A discussão, extremamente atual, reuniu os representantes da Ecobag, Walfrido e Renata Soares, a representante do movimento Moda Fusion, Andréia e a estilista, designer e cenógrafa Ivana Curi. O projeto é organizado pela consultora de moda Hellen Pomposelli com o apoio do SENAC.

A discussão iniciou-se com o casal da Ecobag elucidando questões referentes ao meio ambiente e apresentando números alarmantes. Por exemplo: no Brasil, mais especificamente no Estado de São Paulo, gastam-se um bilhão de sacolas plásticas por mês. A iniciativa das “sacolas saudáveis” começou com o envolvimento de Wal com diversos movimentos como as hortas comunitárias e a jardinagem libertária. O questionamento do uso de plástico foi uma conseqüência – na verdade surgiu a partir das conseqüências muito nocivas do plástico para o meio-ambiente. O trabalho é sério com a preocupação de que a bolsa seja 100% biodegradável (feita de algodão, linhas 100% algodão, tinta à base de água). A preocupação se estende a geração de oportunidades e empregos, já que o trabalho é todo manual.

Posteriormente foi a vez da representante do Moda Fusion falar sobre a organização. O projeto é franco-brasileiro e foi a criado com a intenção de identificar nas ditas comunidades, grupos de pessoas que tivessem algum envolvimento com moda. Funciona assim: estilistas francesas passam 3 meses em dada comunidade, oferecendo suporte, conceito na criação das artistas locais. O suporte se desdobra em lançamento, distribuição e marketing dos produtos, expostos em uma coleção por ano, com a preocupação de uma moda ética.

Por último, Ivana Curi, responsável pela ambientação do último Fashion Rio, falou sobre os materiais sustentáveis utilizados. Para quem pensou que estava pisando em madeiras originadas de árvores no chão do evento, estava mesmo era passeando sobre uma “madeira artesanal”, feita de fibras de plásticos como apara de fralda ou saco de café. Impossível não lembrar das luminárias que mais se pareciam com bobs gigantes de cabelo, quando na verdade eram bobinas de máquinas industriais. Bobinas essas que eram madeiras em potencial. Ivana falou da individualização dos problemas na tomada da consciência ambiental e levou um vídeo com imagens chocantes pela consciência do desperdício.

No fim das contas, o que resta em comum a todos os discursos é a educação. É investir na educação ambiental de nosso país, que começa de não jogar lixo no chão à reciclagem. Antes disso é preciso que tomemos o problema e o dever como NOSSO. Ecobags podem ser super descoladas, mas de nada adianta se o descolamento não se estender a pequenas ações do dia-a-dia que fazem a diferença.

Os bobs-bobinas
A madeira que não era madeira

Infelizmente não levei a máquina e as fotos do celular ficaram péssimas...

Informação útil: o encontro FRESH acontece mensalmente e a entrada é gratuita (!) A edição de setembro não vai acontecer por conta do Moda + Inverno 2009. Assim que for revelada a data de outubro o Moda Pára Tudo divulga.

4 comentários:

Marisa Pimenta disse...

Que bom saber q as Pimentas estão c essa bola toda!!!kkk Mas sempre tentei dar a melhor educação p as filhotas e ainda tem mais uma q é jornalista, mas não gosta mais de blogs.Obrigada por ter gostado do q faço e se puder me linka no seu blog o seu estará no meu, vou sempre dar uma espiada. Bjks

Helena Castro disse...

falou tudo, o brasil precisa de EDUCAÇÃO!!!!! isso é a base para tudo!!!!

beijos, helena

Tássia R. disse...

Oii
tem um presentinho pra você no meu blog!

Beijo =]

Ikki disse...

Nossa, super interessante,adorei.
Acho super válido esta idéia da ecobag, o problema mesmo é que não tem onde comprar e sinceramente, quando se acha, o preço é muito alto, é um produto de luxo.

Esta idéia da Moda Fusion é boa, deixaria bem acessível, aí sim seria possível!



obs: super obrigado por dizer que aquela minha descrição lembra Buwkowski, fiquei muito feliz!!!
:)